Feira da Música Independente

FEIRA DA MÚSICA INDEPENDENTE

[ 2005, 2006, 2007]

A 1ª Feira de Música Independente (FMI) foi realizada, no Teatro Nacional Cláudio Santoro, em 2005, com o objetivo de estreitar a relação de músicos com a indústria fonográfica, e contribuir para o reordenamento e atualização dos processos produtivos legais e de comercialização da arte independente na música.

O formato da feira abrangeu os mercados nacional e internacional, com shows nas salas Villa Lobos e Martins Penna.  A feira, em sim, montada na área externa, ganhou o nome de Arena-Petrobrás, e contou com estandes de gravadoras, comercialização de cds, livros, softwares e revistas.

Em três anos transformou-se em um fórum Internacional de negócios e de intercâmbio de experiências entre os independentes dos mais variados níveis da cadeia produtiva musical e de gêneros musicais. Entre os países que estiveram presentes, França, Uzbequistão, Inglaterra, Bélgica e Cabo Verde.

Duas organizações foram fundamentais para a realização da FMI: a Associação Brasileira da Música Independente (ABMI) e a gravadora brasiliense GRV. A FMI teve patrocínio da Petrobrás e parceiros como Itaú Cultural, SESC e SEBRAE Nacional.

A estratégia para organizar a FMI teve como base cinco objetivos: exposição e comercialização; entretenimento; descobrimento e preservação da qualidade artística, soluções inovadoras e intercâmbios.

Edições realizadas

FMI 2005

2 países presentes
15 showcases
6 conferências
6 workshops
25 stands…

Mais detalhes

FMI 2006

8 países presentes
25 showcases
6 conferências
6 workshops
30 stands…

Mais detalhes

FMI 2007

13 países presentes
37 showcases
6 conferências
6 workshops
40 stands…

Mais detalhes
2461 Músicas distribuídas
461 Obras Sob Administração
4089 Shows Realizados
130 Projetos Executados
11 Projetos Captados
76 Projetos Elaborados