A Parada da Música

A PARADA DA MÚSICA

Compartilhe o nosso evento no FB

“Haveria original se não houvésse o autoral”?

No dia 20 de maio de 2019, segunda feira, a partir das 19h, em parceria com o Bar Brahma de Brasília e diversos artistas das diversas cenas autorais da capital do Brasil, transformaremos o blog A Parada da Música em projeto Ao Vivo.

Como faremos?

Uma segunda por mês, liberaremos o palco da #varanadamaismusicaldaasaul, para três artistas ocuparem e compartilharem durante três horas suas criações e produções musicais atuais.

Quais artistas brasilienses estreiarão o projeto?

NAVAN
Brasília é um dos grandes palcos do rock no país e em sua história, a cidade produziu e produz grandes bandas que são ouvidas por todo o território tupiniquim, com a mentalidade de não deixar o rock morrer e paixão pela música, a NaVan se orgulha de fazer rock abrangendo todo tipo de público.

Sempre ouvindo tanto os grandes artistas do passado, quanto do presente, a banda em sua sonoridade busca misturar um som não só influenciado pelo rock, mas por vários outros estilos agregando o que já é conhecido com o moderno e buscando novas tendências, também inspirando-se em Foo Fighters, Red Hot ChiliPeppers, Green Day, Arctic Monkeys, Royal Blood, Dona Cislene e Scalene, assim como vários grandes outros artistas como referência.
Em um ano em que o grupo está unido, a NaVan fez vários shows sendo duas edições do Underground 404, que por sua vez foram organizadas pela própria NaVan em conjunto com Cold Café e Darma , no teatro Mapati, na casa de shows Stranjas-513 Sul, Discover Fest, no Festival Lupercália (organizado pela banda Lupa), Feira Rock Cultura DF no Conic, no Festival Má Influencia organizado pelas bandas Dona Cislene e Jambalaia e na última edição do Rock na Ciclovia. Atualmente a banda lançou seu primeiro single-Agora tá tudo bem-, produzido por Matheus Attie e Guilherme de Bem -Dona Cislene- que em menos de duas semanas possui quase 3 mil visualizações no Youtube (clipe produzido e dirigido por Igor Nolasco e Gabriel Bertulli) disponível também no Spotify, além de estar em fase de pré-produção de um EP, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2018. Contando também com o apoio e amizade de excelentes bandas, como Dona Cislene, Oh Great, Lupa, Belga e Oxy o quinteto é composto por Alicia Pilar (vocal), Gustavo de Bem (bateria), Harry Matos (baixo), Matheus Machado (guitarra) e Pedro Gonçalves (guitarra), a banda tem por objetivo maior produzir um som de qualidade e levantar ainda mais a cena do rock, sempre com otimismo e confiança.

LUSKARI
Com o objetivo de levar aos ouvintes a música como forma de expressão, identificação e equilíbrio, a Luskari lançou, em março deste ano, seu primeiro EP, “Ambigrama”. Como parte do cenário independente da Capital, a banda já se apresentou duas vezes no projeto Alto Volume, do O’Rilley Pub. Os singles “Essa Cidade” e “Alforria” , parte do repertório, já ultrapassam a marca de 1000 streams desde o seu lançamento, em novembro de 2018. Para 2019, serão lançados projetos audiovisuais, como o clipe de Alforria, em parceria com o Estúdio Lingus e a Bebida Fiu-Fiu, além de novas produções com bandas locais em festivais da capital.
Nascida em Brasília, em agosto de 2016, os amigos Lucas Mendes (guitarrista), Matheus Sanches (baterista), Rafael Faust (voz e baixo) e Thiago Schiavoni (voz e guitarra) se uniram para produzir um som que retrata situações cotidianas, em que sentimentos como a dúvida, a calma, anseios e paixões são explorados em suas composições.
A banda aposta em ritmos fortes e equilibrados, que mesclam o rock, o indie e o pop em um mesmo tom. As influências são várias, e estão entre Hippo Campus, Young The Giant, Hozier, George Vision, Circa Waves. Para o produtor do EP, André Garotti, o processo foi, ao mesmo tempo, tranquilo e excitante. “Os integrantes estavam completamente certos da sonoridade que procuravam para as músicas, por isso, foram feitas pouquíssimas alterações técnicas naquilo que já estava escrito e ensaiado previamente”, afirma.

Produzem um som versátil, mas parte do destaque vai também para a marca, onde apresentam um “mundo do avesso”. Sua identidade visual aposta em um ambigrama – que dá nome também ao EP. Refletindo o desejo dos quatro integrantes em apresentar uma alternativa aos olhares do rock da capital, a mensagem ao público fica clara: o lado de dentro também importa e que, acima de tudo, sempre há um novo caminho a ser descoberto.

Allan Massay

O cantor brasiliense Allan Massay, recentemente, lançou simultaneamente o single e o videoclipe de Simples e absurdos. Disponível em plataformas digitais, “Simples e absurdos é uma música que expressa as máscaras que o mundo exterior acaba impondo em nossa vida e o quanto devemos nos libertar de tudo isso para libertarmos o nosso eu verdadeiro”.

 

O clipe foi dirigido por Marina Lima e Rui Rodrigues. A canção tem coautoria de Ugo Ludovico, habitual parceiro de Allan Massay.

 

O artista ficou conhecido em Brasília por integrar o grupo Massay e San Lunes. Há cerca de um ano, se lançou em carreira solo.

 

Quanto?

  • R$ 10

Promoção?

  • Dose dupla de caipirinha, caipiroska e gin tônica a noite toda

Tem limite de idade para entrar?

  • 18 anos

Quer tocar no Bar Brahma de Brasília?

  • Ligue para 6198173 0004 ou grv@grv.art.br

O endereço do local?

  • Comércio Local Sul 201 – Bloco B – Asa Sul, Brasília – DF

 

SERVIÇO

A PARADA DA MÚSICA AO VIVO

 

  • Local: Bar Barhma  – CLS 201 – 19h
  • Data: 20 de maio de 2019 | de 19h às 22h
  • Ingresso: R$10,00
  • Limite de Idade: 18 anos
  • Reservas e Informações: 981730004

 

2461 Músicas distribuídas
461 Obras Sob Administração
4089 Shows Realizados
130 Projetos Executados
11 Projetos Captados
76 Projetos Elaborados